Salvaguardamos e valorizamos o património documental da Região.

Paróquia da Tabua

Ações disponíveis

Ações disponíveis ao leitor

Consultar no telemóvel

Código QR do registo

Partilhar

 

Paróquia da Tabua

Detalhes do registo

Informação não tratada arquivisticamente.

Identificador

844

Nível de descrição

Fundo   Fundo

Código de referência

PT/ABM/PRBR04

Código da entidade detentora

ABM

Código do país

PT

Tipo de título

Formal

Título

Paróquia da Tabua

Datas

1587  a  1916 

Dimensão

336 u.i. (331 liv., 5 mf.)

Entidade detentora

Arquivo Regional e Biblioteca Pública da Madeira

Produtor

Paróquia da Tabua

História administrativa/biográfica/familiar

Diz o Padre Fernando Augusto da Silva que esta freguesia foi criada cerca de 1570 numa capela da invocação da Santíssima Trindade, que teria sido destruída por uma aluvião. A atual matriz data dos últimos anos do século XVII e conservou o mesmo orago. Antigamente esta paróquia denominava-se Atabua. Dado que a freguesia se encontrava «entre duas ribeiras caudalosas e ter mais de mil freguezes a que acudir» foi criado, por alvará de 2 de julho de 1743, um curato nesta freguesia a requerimento do pároco António Miguel de Faria. Para efeitos administrativos, a Tabua foi anexada à freguesia da Ponta do Sol por disposição do decreto de 18 de outubro de 1881, e, em 1914, passou para o concelho da Ribeira Brava.

História custodial e arquivística

Incorporações no Arquivo Regional da Madeira em 18 de abril de 1933; 13 de agosto de 1980; 11 de junho de 1990; 10 de novembro de 1994 (duplicados); 11 de abril de 2007; 18 de janeiro de 2008; 28 de fevereiro de 2011.

Âmbito e conteúdo

Livros de registo de batismos, casamentos, óbitos e crismados.

Idioma e escrita

Português.

Instrumentos de descrição

Arquivo Regional e Biblioteca Pública da Madeira, Catálogo dos registos paroquiais, 2012 (idd n.º 57).

Notas

O número total de unidades de instalação contabilizadas no elemento de informação Dimensão (no Fundo e nas séries de registo de batismos, casamentos e óbitos) compreende 156 livros duplicados de registo de batismos, casamentos e óbitos relativos aos anos de 1860 a 1911.Os registos de batismos e de casamentos de 1860 a 1911 não se encontram conferidos. Porém, optámos por disponibilizá-los para facilitar as pesquisas aos nossos leitores. Caso detete alguma incorreção, por favor informe-nos através do email site.abm.sretc@madeira.gov.pt