Salvaguardamos e valorizamos o património documental da Região.

Plano de classificação

Vista aérea da cidade do Funchal, entre a ponte de São Lázaro, na foz da ribeira de São João, e a Alfândega (atual Assembleia Regional da Madeira), freguesia da Sé, concelho do Funchal

Ações disponíveis

Ações disponíveis ao leitor

Representação digital

Vista aérea da cidade do Funchal, entre a ponte de São Lázaro, na foz da ribeira de São João, e a Alfândega (atual Assembleia Regional da Madeira), freguesia da Sé, concelho do Funchal

Consultar no telemóvel

Código QR do registo

Partilhar

 

Vista aérea da cidade do Funchal, entre a ponte de São Lázaro, na foz da ribeira de São João, e a Alfândega (atual Assembleia Regional da Madeira), freguesia da Sé, concelho do Funchal

Detalhes do registo

Identificador

76249

Nível de descrição

Documento simples   Documento simples

Código de referência

PT/ABM/PER/L-D/004/000068

Tipo de título

Atribuído

Título

Vista aérea da cidade do Funchal, entre a ponte de São Lázaro, na foz da ribeira de São João, e a Alfândega (atual Assembleia Regional da Madeira), freguesia da Sé, concelho do Funchal

Datas

1948     

Datas descritivas

Post. 1948

Dimensão

12,7 x 17,7 cm.

Técnica de captação

Âmbito e conteúdo

À esquerda, vê-se a praça do Infante e o monumento escultórico em homenagem ao Infante D. Henrique, na entrada do parque de Santa Catarina. Na orla costeira, observa-se a avenida do Mar, entre a ponte de São Lázaro e os Varadouros, destacando-se neste quarteirão o cais e, entre outros edifícios, o Teatro Municipal Baltazar Dias, o palácio de São Lourenço e, à direita, a antiga alfândega da cidade. Em segundo plano, identifica-se, também, a igreja de São João Evangelista, a Câmara Municipal, na praça do Município e, ao fundo, a chaminé do engenho do Hinton, na freguesia de Santa Luzia.

Palavra-chave

Cota atual

Cx. 129, n.º 11

Nº de inventário

PER/799

Cota original

241A

Cota antiga

MIM 088

Idioma e escrita

Português.

Notas

A datação atribuída está relacionada com a conclusão das obras do fontanário da rotunda do Infante, inaugurado em duas fases: a primeira em março de 1948 com a conclusão das obras da bacia e a segunda em novembro desse mesmo ano com a colocação escultórica dos cavalos-marinhos e da esfera armilar com os signos do zodíaco. Este fontanário foi um projeto do arquiteto João Guilherme Faria da Costa (1906-1971) e do escultor António Duarte Silva Santos (1912-1998). Esta imagem fazia parte de uma edição de postais promovida pela "Foto Perestrellos".

Notas do arquivista

TítuloElaborado com base na seguinte bibliografia: Data2017-01-02 ArquivistaAlda Pereira Nota do arquivistaBARROS, Fátima (coord), GUERRA, Jorge Valdemar (2010), Funchal 500 anos: Momentos e Documentos da História da Nossa Cidade, Funchal, Secretaria Regional da Educação e Cultura/ Arquivo Regional da Madeira, p. 209.