Salvaguardamos e valorizamos o património documental da Região.

Plano de classificação

Ribeira de Santa Luzia, vista de jusante/montante, observando-se, sobre a ribeira, o denominado "Vapor" (banhos públicos), Concelho do Funchal

Ações disponíveis

Ações disponíveis ao leitor

Representação digital

Ribeira de Santa Luzia, vista de jusante/montante, observando-se, sobre a ribeira, o denominado "Vapor" (banhos públicos), Concelho do Funchal

Consultar no telemóvel

Código QR do registo

Partilhar

 

Ribeira de Santa Luzia, vista de jusante/montante, observando-se, sobre a ribeira, o denominado "Vapor" (banhos públicos), Concelho do Funchal

Detalhes do registo

Informação não tratada arquivisticamente.

Identificador

73609

Nível de descrição

Documento simples   Documento simples

Código de referência

PT/ABM/VIC/Q-C/004/000005

Tipo de título

Atribuído

Título

Ribeira de Santa Luzia, vista de jusante/montante, observando-se, sobre a ribeira, o denominado "Vapor" (banhos públicos), Concelho do Funchal

Datas

1896     

Datas descritivas

[1896]

Dimensão

8,3 x 8,7 cm

Técnica de captação

Âmbito e conteúdo

À direita, a rua da Princesa (atual rua 31 de Janeiro), vendo-se o cruzamento com a rua das Dificuldades.

Inscrições

"59" - no bordo esquerdo, a grafite.

Cota atual

Cx. 4, n.º 6

Nº de inventário

VIC/127

Cota antiga

MIM 000 127 VIC

Idioma e escrita

Português.

Notas

Vapor - Edificação em madeira, pintada a vermelho, cujas extremidades assentavam sobre as duas margens de ribeira de Santa Luzia. Destinou-se primitivamente a um botequim e casa de banhos, servindo nos últimos anos de moradia a algumas famílias pobres. Situava-se quase em frente à rua das dificuldades. Foi construído em 1837 e demolido em 1898 devido ao seu estado avançado degradação.Este negativo fazia parte da "Coleção Antiga", elaborada pela D. Maria Mendonça, antiga proprietária da Photographia Vicente, e consta numa lista criada por ela: "59 - Ribeira Sta Luzia, casa construida sobre a mesma designada por vapor - 1896".No bordo superior, do lado da emulsão, existe um papel de cor laranja com o objetivo de máscara. Sobre este, está escrito: "N.º 59", "7".

Notas do arquivista

TítuloFonte utilizada em Notas Data2017-01-30 ArquivistaLícia Guerra Nota do arquivistaSILVA, Fernando Augusto da e MENESES, Carlos Azevedo de (1998), Elucidário Madeirense, 3 vol., ed. facsimilada, Funchal, Secretaria Regional do Turismo e Cultura/Direcção Regional dos Assuntos Culturais, p. 386;SANTOS, Rui, Fevereiro/Abril 1993, As ruas da cidade do Funchal. Funchal; SOUSA, Francisco Clode (coord), (2010), Obras de Referência dos Museus da Madeira, Lisboa, Galeria de Pintura do Rei D. Luís I, 2009, p. 500.