Salvaguardamos e valorizamos o património documental da Região.

Plano de classificação

Presidente da República, general Óscar Carmona na Madeira

Ações disponíveis

Ações disponíveis ao leitor

Consultar no telemóvel

Código QR do registo

Partilhar

 

Presidente da República, general Óscar Carmona na Madeira

Detalhes do registo

Identificador

1001723

Nível de descrição

Série   Série

Código de referência

PT/ABM/VIC/A-E/002

Tipo de título

Atribuído

Título

Presidente da República, general Óscar Carmona na Madeira

Datas

1938-07-13  a  1938-07-13 

Suporte

Âmbito e conteúdo

Nasceu em Lisboa em 24 de novembro de 1869 e formou-se na carreira militar. Liderou o golpe de 28 de Maio de 1926, ocupando o cargo de presidente da República entre os anos de 1926 e inícios de 1951, onde desempenhou um papel fundamental na institucionalização do Estado Novo. Faleceu em Lisboa, a 18 de abril de 1951. No plano da sua atuação governativa como chefe de Estado, Carmona esteve no Funchal a 13 de julho de 1938, na sequência da visita realizada às colónias africanas, tendo o programa de receção decorrido da seguinte forma:Durante a manhã - Desembarque no cais do Funchal e respetivos cumprimentos das entidades oficiais, militares, religiosas e consulares. Revista às forças militares e cerimónia de receção da chave da cidade, oferecida pelo Dr. Fernão Ornelas, presidente da Câmara Municipal do Funchal, no arco triunfal montado no cais. Deslocação, em cortejo a pé, até ao edifício da Câmara Municipal do Funchal, no percurso previamente definido: avenida Gonçalves Zarco, avenida Arriaga (lado sul), largo da Sé, rua de João Tavira e largo do Colégio. Ação solene no salão nobre da Câmara Municipal fazendo a guarda de honra, à entrada, a Mocidade Portuguesa. Após a sessão solene, saída em cortejo automóvel em direção ao palácio de São Lourenço, pelo seguinte trajeto: rua dos Ferreiros, largo do Chafariz, rua do Aljube, largo da Sé, avenida Arriaga (lado norte), e avenida Gonçalves Zarco; depois, almoço no mesmo palácio.Durante a tarde - Visita, em cortejo automóvel, ao Monte. Ida desde o parque Leite Monteiro até ao Monte Palace Hotel e regresso ao Funchal em carro de cesto. Passeio, em automóvel, ao pico dos Barcelos e a Câmara de Lobos; depois, festa de homenagem ao presidente da República nos jardins da Quinta Vigia acompanhada da atuação do grupo folclórico e embarque no cais do Funchal às 19 horas da tarde. Além de ser o primeiro presidente da República durante vigência do Estado Novo, foi também elevado ao cargo de marechal do exército português.

Idioma e escrita

Português

Notas do arquivista

TítuloFontes utilizadas em "Títulos", "Data" e "Âmbito e conteúdo" Data2022-03-31 ArquivistaAlda Pereira e Tânia de Jesus Nota do arquivistaDiário de Notícias, Funchal, 1938-07-13, p. 1-4 a 1938-07-15, p. 1 e 4.O Jornal, Funchal, 1938-07-13, p. 1 e 2 a 1938-07-14, p. 1-2 e 4.VIEIRA, Elmano, 1942, O presidente Carmona na Madeira (dez horas maravilhosas da história insular) 13 de Julho de 1938, Funchal: Governo do Distrito Autónomo do Funchal, Tip. Esperança.

Publicador

josevieiragomes

Data de publicação

28/07/2022 12:17:13